Sporting da Covilhã conhece hoje calendário da nova época

Esta sexta-feira marcada pelo sorteio das competições profissionais de futebol, no Palácio da Bolsa (Porto), onde mais uma época vai estar o Sporting Clube da Covilhã.

O campeonato da II Liga será disputado entre 11 de Agosto e 17 de Maio ao longo de 34 jornadas. A primeira fase da Taça da Liga abre no próximo dia 27 de Julho.

A impossibilidade de alguns clubes jogarem em casa ou fora na mesma jornada e "evitar" que a mesma equipa tenha duas deslocações consecutivas à Madeira e Açores são algumas das situações consideradas. Para o sorteio da II Liga, é determinado à partida que as equipas B de FC Porto e Benfica apenas se defrontem na última jornada de cada volta. Aplica-se também a "regra" das regiões, em que Mafra e Casa Pia não poderão jogar em simultâneo em casa ou fora na mesma ronda, e a indicação de que a UD Oliveirense jogará a primeira jornada como visitante, “em virtude da partilha de estádio”.

O Sporting Clube da Covilhã regressou esta semana ao trabalho com o novo treinador Ricardo Soares ao leme da equipa profissional. O primeiro jogo de pré-época está marcado para amanhã com a recepção de uma selecção da Associação Futebol de Castelo Branco.

O jogo de apresentação aos sócios e adeptos está agendado para o dia 20 deste mês frente ao Futebol Clube Paços de Ferreira, equipa que na próxima época militará na I Liga sob o comando técnico de Filipe Rocha (Filó), ex-treinador do Sporting da Covilhã.

O clube serrano conta para já com um plantel de 22 jogadores, seis dos quais são reforços: o guarda-redes Carlos Henriques (ex-Paços Ferreira), os defesas Daniel Martins (ex-Penafiel) e Brendon Lucas (ex-Académica), o médio Filipe Cardoso (ex-Coimbrões), os avançados Ludgero Silva (ex-Coimbrões) e Abdoulaye Daffé (ex-Gondomar).

O presidente do Sporting da Covilhã, José Mendes, disse que o plantel está aberto, para entrar e para sair, e frisou que a intenção é ter um grupo com 24 jogadores. De acordo com o presidente, o objectivo é primeiro a manutenção, a partir do momento em que seja atingida, pensar em outros voos, mantendo o princípio de ser um clube cumpridor.

O orçamento do clube para a próxima temporada ronda os 800 mil euros, um dos mais pequenos em comparação com os adversários, mas José Mendes frisa que os orçamentos não ganham campeonatos, embora gostasse de ter verbas disponíveis para formar um plantel mais competitivo.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte