Impacto da aplicação da portaria vai ser avaliado

https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26230023_1831504400235126_4091647373730284093_n.png?oh=a6f3f3855b93c331f95c52021950774f&oe=5AE8E33F

O presidente da Câmara da Covilhã reuniu, na passada terça-feira, com a Secretária de Estado da Saúde, Rosa Matos Zorrinho, para analisar a problemática sobre a comparticipação de medicamentos aos trabalhadores da Industria dos Lanifícios da região da Beira Interior.

Vítor Pereira, que esteve acompanhado nesta visita pelo presidente da Assembleia Municipal da Covilhã, João Casteleiro, afirmou ter sido uma "longa e profícua conversa" sobre variados assuntos que dizem respeito à Saúde no concelho da Covilhã, sendo que o tema prioritário foi a problemática dos medicamentos. "Fizemos ver à Secretária de Estado que esta é uma aspiração legítima, uma vez que os trabalhadores descontaram mais ao longo da sua vida activa para agora poderem ter acesso à comparticipação”, relatou o autarca.

Ficou acordado que a equipa da Secretaria de Estado fará uma avaliação, num prazo de três a quatro semanas, do impacto da aplicação da portaria que entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2017, no sentido de resolver a questão.

Vítor Pereira sublinha que está “confiante” num desfecho positivo que tenha em conta os direitos adquiridos destes utentes. “Tem de ser feita justiça aos reformados dos lanifícios”.

Em causa está a reivindicação dos trabalhadores relativamente à comparticipação dos medicamentos a 100%. Este regime específico aplica-se aos pensionistas que tenham deduzido para o Fundo Especial de Segurança Social do pessoal da Indústria de Lanifícios.

Esta situação tem merecido a atenção do Sindicato dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa que, através de várias iniciativas, tem procurado garantir o respeito por estes direitos.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook